DISQUE DENÚNCIA:    99973-1177 | 2253-1177    pactocontraviolencia@niteroi.rj.gov.br

Jovem EcoSocial

Niterói sai à frente com o Projeto EcoSocial, promovendo sustentabilidade urbana.

Com o intuito de promover a sustentabilidade urbana, Niterói sai à frente com o Projeto EcoSocial que, através da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (FIRJAN), oferecerá 400 vagas para jovens de 16 a 24 anos em situação de vulnerabilidade social. Com este projeto, o jovem terá a oportunidade de se qualificar e se inserir dignamente no mercado de trabalho.

 

O que o EcoSocial oferece aos jovens?

O Projeto proporciona o desenvolvimento de habilidades sociais e competências profissionais, por meio de capacitação técnica profissionalizante, elevando o potencial de empregabilidade dos participantes.

Os jovens receberão bolsa-auxílio que pode chegar a R$ 1.300,00, além de vaga garantida em cursos de capacitação profissional da FIRJAN.

 

Qual o benefício para a cidade?

Niterói ganha com as ações de reflorestamento que visam à recuperação de áreas degradadas com o plantio de espécies nativas da Mata Atlântica. O projeto de reflorestamento reunirá informações, diagnósticos, levantamentos e estudos que possam auxiliar nas medidas adequadas à recuperação das áreas, além do planejamento das ações de manutenção do plantio.

A iniciativa estimula, ainda, o retorno à escola, o aumento da empregabilidade e a integração da comunidade com as áreas de preservação da cidade, conseguindo, assim, promover melhorias no saneamento e no apoio às ações da Defesa Civil.

 

Quais as etapas de seleção?

A seleção para o Niterói Jovem EcoSocial serão divididas em nas seguintes etapas:

 

Capacitação – todos os inscritos vão participar de uma capacitação para a identificação dos candidatos que se alinham à proposta de trabalho.

Escolha – Na sequência, a FIRJAN através do seu corpo técnico elegerá os 400 jovens que vão participar da primeira turma do projeto Niterói Ecosocial.

Mão na massa – Após a primeira fase, os jovens serão divididos em grupos para, então, botarem a mão na massa: inicialmente, os selecionados trabalharão com reflorestamento, visando à manutenção e ao plantio de aproximadamente 25 hectares em áreas de proteção ambiental. A região prioritária será a Zona Norte.

Os 400 jovens destinarão seus conhecimentos para monitoramento de recursos pluviais da cidade. Na terceira fase, serão realizadas atividades no apoio a ações preventivas a queimadas com a Defesa Civil. E no quarto e último foco do programa, os selecionados vão trabalhar no suporte da gestão do Parque Natural Municipal de Niterói (Parnit), com circuitos para manutenção e sinalização de trilhas.

Galeria de Fotos

Ação Territorial Integrada

Jovem EcoSocial

Em parceria com a FIRJAN/SENAI, Niterói oferece oportunidades de qualificação profissional e trabalho para 400 jovens em atividades ligadas ao meio ambiente.